' Falta tanta coisa na minha janela como uma praia, falta tanta coisa na memória como o rosto dele*, falta tanto tempo no relógio quanto uma semana, sobra tanta falta de paciência que me desespero. Sobram tantas meias-verdades que guardo pra mim mesma*, sobram tantos medos que nem me protejo mais, sobra tanto espaço dentro do abraço, falta tanta coisa pra dizer que nunca consigo..

terça-feira, 31 de maio de 2011

Tudo passa;

Vai passar, tu sabes que vai passar. Talvez não amanhã, mas dentro de uma semana, um mês ou dois, quem sabe? O verão está aí, haverá sol quase todos os dias, e sempre resta essa coisa chamada 'impulso vital'. Pois esse impulso ás vezes cruel, porque não permite que nenhuma dor insista por muito tempo, te empurrará quem sabe para o sol, para o mar, para uma nova estrada qualquer e, de repente, no meio de uma frase ou de um movimento te surpreenderás pensando algo assim como 'estou contente outra vez'.


{Caio Fernando Abreu}

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Brindemos;

“Um brinde ao acaso. Um brinde ao que deu certo, ao que não deu em nada. Um brinde ao caminho incerto, à pessoa errada. Um brinde à tudo que acontece, um brinde ao que nunca vai acontecer. Tudo que mudou, e a tudo que nunca vai mudar.”


segunda-feira, 23 de maio de 2011

Dia dos namorados;

Qual o problema de passar o dia dos namorados sem namorado? Não passo o dia do índio com um índio, nem o dia da árvore com uma árvore! 


Parem de me azucrinar! 
HAHAHA (Y)

terça-feira, 17 de maio de 2011

Oun *-*


Edward: Por que não posso te dar um presente de aniversário?
Bella: Porque não tenho nada pra te dar em troca.
Edward: Bella, você me dá tudo só por respirar.

segunda-feira, 16 de maio de 2011

' Antes de você...

... minha vida era como uma noite sem lua. Muito escura, mas haviam estrelas - pontos de luz e razão…E aí você apareceu no meu céu como um meteoro. De repente, tudo estava pegando fogo, havia brilho, havia beleza. Quando você não estava mais lá, quando o meteoro caíu no horizonte, tudo ficou escuro. Nada havia mudado, mas meus olhos haviam ficado cegos com a luz. Eu não consegui mais ver as estrelas, e não havia razão para nada.'


{Stephenie Meyer}

sábado, 14 de maio de 2011

Querendo ou não...

... você sempre se importa, você espera, você não esquece, você cria esperanças e no final tudo isso de alguma maneira sempre te machuca. O tempo passa, você acredita que tudo será diferente e acaba repetindo sempre as mesmas coisas, os mesmos erros, os mesmos sentimentos...


quinta-feira, 5 de maio de 2011

Quero você aqui...

... no meio das minhas coisas, dos meus livros, discos, filmes, minhas ideias, manias, suspiros, recortes. Respirando o mesmo ar e todas coisas que alimentam àquela nossa, tua, MINHA inesgotável saudade. Entra, não pergunte se pode ficar. Vem e fica. Vai, mas volta.

quarta-feira, 4 de maio de 2011