' Falta tanta coisa na minha janela como uma praia, falta tanta coisa na memória como o rosto dele*, falta tanto tempo no relógio quanto uma semana, sobra tanta falta de paciência que me desespero. Sobram tantas meias-verdades que guardo pra mim mesma*, sobram tantos medos que nem me protejo mais, sobra tanto espaço dentro do abraço, falta tanta coisa pra dizer que nunca consigo..

sexta-feira, 23 de março de 2012

Senhor meu Deus,

Dai-me paciência, coragem, força, disposição, sabedoria, fé, ânimo, um dorflex, energético, e muitiplique meu dinheiro pra pagar todos os meus gastos, e o meu tempo para estudar - trabalhar - e ainda assim continuar presente na vida das pessoas que eu amo. E acima de tudo OBRIGADA por ter me concedido a oportunidade de estar ''passando por tudo isso''. A montanha é alta, e as pedras que carrego nos meus bolsos são pesadas, mas nada me impedirá de subir e transforma-las em diamantes. Amém.


- Inspirado no texto de Paula Dias Borelli. 


quarta-feira, 21 de março de 2012

Existe tanta coisa mais importante nessa vida que sofrer por amor!

Mas tudo está bem agora, eu digo: agora. Houve uma mudança de planos e eu me sinto incrivelmente leve e feliz. Descobri tantas coisas. Tantas, tantas. Existe tanta coisa mais importante nessa vida que sofrer por amor. Que viver um amor. Tantos amigos. Tantos lugares. Tantas frases e livros e sentidos. Tantas pessoas novas. Indo. Vindo. Tenho só um mundo pela frente. E olhe pra ele. Olhe o mundo! É tão pequeno diante de tudo o que sinto. Sofrer dói. Dói e não é pouco. Mas faz um bem danado depois que passa. Descobri, ou melhor, aceitei: eu nunca vou esquecer o amor da minha vida. Nunca. Mas agora, com sua licença. Não dá mais para ocupar o mesmo espaço. Meu tempo não se mede em relógios. E a vida lá fora, me chama!


- Caio F. Abreu.

terça-feira, 20 de março de 2012

Mas não consigo me deter.

Embora não conheça o ponto onde devo chegar, é para lá que me dirijo cego, aos trancos. Pouco importa o que poderia me afastar desta tentativa quem sabe inútil de recuperá-lo, ou o que trouxe consigo desde que veio e se foi. Perdi meu equilíbrio quando veio, e mentia meu equilíbrio antes que viesse.


domingo, 18 de março de 2012

Nada é por acaso;

Seja qual for o relacionamento que você atraiu para dentro de sua vida, numa determinada época, ele foi aquilo de que você precisava naquele momento. Repare: nada é por acaso. Nós nos colocamos em uma espécie de “trilha”, que sempre esteve aí, o tempo todo, à sua espera. Você elegeu seu destino. A vida que você tem que viver é essa mesma. Você não consegue mudar o que não consegue encarar. Por isso, onde quer que você se encontre, é exatamente onde precisa estar, neste momento. Quando você estiver pronto para fazer uma coisa nova, de maneira nova, você fará. Há sempre alguém à espera da pessoa na qual você está se transformando. Talvez, você ainda não esteja pronto para reconhecê-la. A cada momento, cada um de nós está passando pelo processo de ser e de se tornar. Como as pessoas, os nossos relacionamentos também mudam. E ainda há muito a aprender sobre o AMOR! 


- Deepak Chopra

quarta-feira, 14 de março de 2012

Eu só queria que você soubesse de uma coisa;

Eu gosto muito de você, fiz tantos planos pra gente que provavelmente você nem imagina. Não foi fácil abrir espaço pra ter você na minha vida. Não foi fácil passar por cima de tudo o que eu passei pra te ter do meu lado. Não é fácil lembrar todas as coisas ruins que já me machucaram tanto a ponto de me deixar sem conseguir pensar em mais nada. Não foi fácil dar um segundo passo, não foi fácil passar uma borracha por cima de tudo e começar do zero. Não foi e não é fácil, confiar em você... muito menos, continuar um relacionamento sem confiança. Eu não sou uma pessoa fácil. Você não é uma pessoa fácil. Nós dois juntos, somos ainda mais difíceis. Eu priorizo e sonho com coisas que são cansativas demais pra você. Você prioriza e sonha com coisas que são frias demais pra mim. Nada no nosso relacionamento foi (e é) fácil. Meus pais, minha vida, a gente! Se eu lutei até hoje por isso, mesmo tendo me machucado tanto, foi por acreditar que realmente valeria a pena. Por mim, por você.. por nós dois. Eu nunca tive tanta dor de cabeça com um relacionamento, mas eu também nunca me entreguei tanto pra alguém como me entreguei pra você. Eu tentei tudo o que pude, fiz tudo o que achei preciso. Tentei surpreender, tentei distrair, tentei brincar, melhorar, mudar nossa rotina, fingir que não tinha nada acontecendo... mostrar que você podia contar comigo.. Ficar do seu lado e te apoiar mesmo quando minha maior vontade era cavar um buraco e sumir. Nada disso foi fácil pra mim. E é mais dificil ainda pensar em continuar sem você. Mas se for preciso, se for o melhor pra gente, eu aceito desistir de tudo isso. Numa boa. Não quero mais me machucar, também não quero machucar você! Se eu tenho insistido tanto nesse assunto, é porque ele realmente me machuca muito e eu queria resolver isso pra continuar com você. Talvez não seja a coisa certa a se fazer, talvez não seja a coisa certa a se dizer... mas a unica coisa que eu pedi em troca de todo sentimento que eu te dei, foi sinceridade. Desde o principio. Se eu insisto tanto nessa história é porque quero acreditar e confiar em você. Mas com essas atitudes você não tem conseguido nada além de me afastar de vc. E de se afastar de mim.


Se esse é o intuito a partir de agora, tudo bem. Mas independente do que a gente decida fazer daqui pra frente, eu precisava justificar e falar, eu me senti decepcionada e desrespeitada. Por tudo o que a gente passou, por tudo o que ela já fez. Na minha opinião, você devia ter cortado tudo isso. Não sei qual motivo levou você a mentir pra mim, de novo. O que você quis esconder, o porque você continua falando com ela. E era só isso que eu queria entender. Não pra te forçar a parar de falar, mas pra se eu estiver sendo injusta com você e realmente não tiver nada demais, eu conseguir aceitar isso sem me machucar. Mas as suas ações e reações só me fizeram sentir mais e mais coisas erradas por trás de tudo isso. Eu não posso, e não quero julgar nada. Exatamente por isso, pedi uma explicação coerente. Pq eu quero ficar com você, eu quero acreditar em você, eu quero concretizar tudo o que eu imaginei do seu lado. Mas assim, realmente não dá. Talvez eu esteja perdendo uma das melhores pessoas que eu poderia ter, talvez você passe pela mesma coisa que eu. E a unica coisa que eu queria te pedir, é pra você pensar de verdade, sem influência das nossas brigas.. no que você sente e o que você quer pra você! Pq, eu sempre acreditei que quando a gente quer muito uma coisa, a gente consegue. Mas pra isso a gente não pode querer sozinho. Se você tiver disposto a ficar comigo, a se esforçar pra me ajudar nisso, entendendo o que eu tô sentindo.. e se colocando de verdade no meu lugar, fazendo exatamente o que você gostaria que eu fizesse se fosse ao contrario... eu tô aqui. Exatamente no mesmo lugar, querendo ficar com você! Se for esforço demais, tudo bem.. eu entendo e a gente para por aqui. Porque pra continuar assim, eu também não quero mais. Só queria que você soubesse, que mesmo assim... conturbado e bagunçado desse jeito, a gente até que foi feliz! E poderia ser... sei lá... Amanhã a gente conversa. Boa noite!

terça-feira, 13 de março de 2012

Para quê serve uma relação?

Uma relação tem que servir para você se sentir 100% à vontade com outra pessoa, à vontade para concordar com ela e discordar dela, para ter sexo sem não-me-toques ou para cair no sono logo após o jantar, pregado. Uma relação tem que servir para você ter com quem ir ao cinema de mãos dadas, para ter alguém que instale o som novo enquanto você prepara uma omelete, para ter alguém com quem viajar para um país distante, para ter alguém com quem ficar em silêncio sem que nenhum dos dois se incomode com isso. Uma relação tem que servir para, às vezes, estimular você a se produzir, e, quase sempre, estimular você a ser do jeito que é, de cara lavada e bonita a seu modo. Uma relação tem que servir para um e outro se sentirem amparados nas suas inquietações, para ensinar a confiar, a respeitar as diferenças que há entre as pessoas, e deve servir para fazer os dois se divertirem demais, mesmo em casa, principalmente em casa. Uma relação tem que servir para cobrir as despesas um do outro num momento de aperto, e cobrir as dores um do outro num momento de melancolia, e cobrirem o corpo um do outro quando o cobertor cair. Uma relação tem que servir para um acompanhar o outro ao médico, para um perdoar as fraquezas do outro, para um abrir a garrafa de vinho e para o outro abrir o jogo, e para os dois abrirem-se para o mundo, cientes de que o mundo não se resume aos dois.


- Drauzio Varella

segunda-feira, 5 de março de 2012

Crise da meia idade, antes da meia idade;

Pode isso? Tudo bem, eu sempre fui uma garota precoce, então não me estranha nem um pouco estar passando por isso antes da hora. Minto, eu brinquei de barbie até os 15 anos, fui começar a sair aos 17 e sempre fui o e.t da turma, então nem sempre fui tão precoce assim. Mas sempre fui uma pessoa centrada, na verdade, centrada até demais. Tenho me sentido assim há um tempo, mas só hoje fui pesquisar os verdadeiros sintomas desta tão falada, e tão pouco conhecida, crise. Segundo relatos, "o termo crise da meia idade é usado para descrever uma forma de insegurança sofrida por alguns indivíduos que estão passando pela "meia-idade", (que seria aproximadamente dos 40 aos 60 anos, mas como eu sempre comi cru, estou mais uma vez adiantada). A crise começa a aparecer quando as pessoas começam a perceber que o período de sua juventude está acabando e a idade avançada se aproxima. Essa crise pode ser desencadeada por vários fatores relacionados com essa época da vida, como a morte dos parentes, casos extraconjugais, andropausa, menopausa, sensação de envelhecimento, insatisfação com a carreira profissional e saída dos filhos de casa. Normalmente quem passa por isso sente uma enorme vontade de mudar seus modos de vida fazendo gastos exagerados com aquisições fúteis, abandonando o emprego ou terminando o casamento. É a fase perfeita para jogar tudo pro alto. E vontade não falta! Pessoas com crise de meia-idade normalmente apresentam os seguintes sentimentos: busca de um sonho ou objetivo de vida indefinido, profundo sentimento de remorso por metas não cumpridas, desejo de voltar a se sentir como em sua época de juventude, vontade de ficar mais tempo sozinho ou apenas com determinadas pessoas." 


Se eu falar que tenho sentido tudo isso e mais um pouco, vocês acreditam? Tô com 24 anos, faço 25 em agosto. Me sinto na casinha dos 30. Eu sempre achei que quando eu tivesse essa idade, eu já estaria casada, com um bom emprego, teria meu carro, meu apartamento, estaria planejando ter um filho daqui uns 2 / 3 anos. E enquanto isso estaria curtindo minha vida, viajando, conhecendo lugares e pessoas, etc. Minha vida não é nem 5% do que eu esperava que fosse ser. E isso é frustrante. Frustrante porque você se sente velho, sem ter conquistado nada do que queria. E da medo, muito medo. Medo de continuar assim, medo de que seja sempre assim. E o pior de tudo, é não saber o que fazer, ou como fazer, pra que tudo seja como você espera. Tô levando uma vida mais ou menos, com um emprego mais ou menos, um relacionamento mais ou menos, dinheiro nenhum e objetivos de menos. Tem como se sentir mais incompetente?


Meu emprego é uma porcaria. Ganho mal pra caramba, não faço o que eu gosto, e estou ficando doente de tanta pressão e nervoso. Com o meu MARAVILHOSO salário, não consigo conquistar nada do que eu quero nem nos próximos 30 anos. Não tenho pra onde crescer e enquanto não encontro nada melhor tenho que me manter firme e forte. Mas na pele, nada é tão fácil quanto aparenta ser. Meu relacionamento, se é que da pra chamar assim, é baseado em uma farsa. Embora tenha muito sentimento, não tem exatamente AQUELE sentimento. Aquilo que eu sinto mais falta. Na verdade, sinto falta de tanta coisa que daria lugar pra mais um post, quem sabe ele surja em algum dos próximos assuntos, mas o fato é que, eu não sinto que tô caminhando pro lado certo. Se é que vocês me entendem.


Eu acho que ninguém quer crescer na marra. Se eu pudesse ter de volta toda aquela minha inocência de criança, não pensaria duas vezes. Mas o tempo tá passando... E tá tudo tão errado na minha vida. Não tenho mais tempo pra viver de tentativa e erro. Nunca tive tanto medo de ver o tempo passando. Nunca me senti tão pequena diante de algo. Eu nunca soube o que fazer! Tá mais do que na hora de aprender, né?

sábado, 3 de março de 2012

A vida já me mostrou muitas coisas.

Me mostrou que nada é pra sempre, e nem tudo é perfeito ou verdade. Me mostrou que palavras não passam de palavras e que sentimentos, as vezes, não são tao fortes como a gente pensa. Me mostrou que eu não devo dar tanto valor a algumas pessoas e que não devo me iludir com promessas. Aprendi que amizades devem ser vividas no hoje porque amanhã elas podem não estar mais aqui. Aprendi que nem tudo é como eu quero, sonho ou espero. Aprendi que nem sempre lutar é o suficiente e que nem tudo só depende de mim. Aprendi que nada é como foi um dia e que o tempo não volta atras. Eu aprendi que nenhuma família é perfeita e que um dia cada pessoa da familia vai acabar indo viver sua vida. Aprendi que a unica coisa que não passa são as lembranças, aquilo que a gente guarda na mente e no coração. Aprendi que sem Deus eu não sou ninguem e que o amor Dele me basta. Aprendi que não sei nada sobre a vida e que ainda tenho muito pra aprender. Aprendi que nada é por acaso e que no final eu vou descobrir todas essas razões, ou não. Aprendi que tudo o que eu tenho que fazer é ter Deus como meu tudo, viver como se não existisse amanha e nunca desistir e é assim que estou vivendo. Aprendi que a vida não volta atras e que atitudes consumadas não podem ser desfeitas. Aprendi a viver e a amar a minha vida como ela é, e mesmo imperfeita, dela eu não abro mão.