' Falta tanta coisa na minha janela como uma praia, falta tanta coisa na memória como o rosto dele*, falta tanto tempo no relógio quanto uma semana, sobra tanta falta de paciência que me desespero. Sobram tantas meias-verdades que guardo pra mim mesma*, sobram tantos medos que nem me protejo mais, sobra tanto espaço dentro do abraço, falta tanta coisa pra dizer que nunca consigo..

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Eu te amo, e um dia você vai ter certeza disso..

O dia que esse monstro que você criou dentro de você for embora, eu vou estar aqui, te esperando pra gente ser feliz... e dessa vez só vou deixar de te esperar quando você tiver coragem de falar pra mim que gosta de outra pessoa! 


Fica bem, amo você.

domingo, 27 de janeiro de 2013

Você jé sentiu saudades até doer?

Eu não sabia como era isso, mas já aprendi o bastante pra saber que não quero sentir isso nunca mais.  Um dia você prometeu pra mim que nunca me deixaria ir embora. Tudo o que eu mais queria no mundo era que você me procurasse, me falasse que sente minha falta, que vamos nos ver, nos entender e que vai ser pra sempre. Eu daria tudo pra ter você aqui comigo. Espero que você nunca se esqueça que, mesmo de longe, você foi a mulher que eu mais amei em toda minha vida.... Fica com Deus!


sábado, 26 de janeiro de 2013

Assim a gente vai,

Seguindo rumos tão diferentes 
Caminhos desiguais 
Mais e mais distantes, continuamente 
Mais e mais distantes, definitivamente... 

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Você me mandou sumir

e isso é uma das coisas que tá me deixando mais mal.
Você deixou claro que não me quer mais por perto..
E na verdade, eu só queria saber se toda essa sua frieza comigo é de coração.
Queria conversar 5 minutos com seu travesseiro, só pra ver até onde todo esse gelo é verdade.


Queria muito não estar pensando em você!

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Se você soubesse

tudo que eu sinto aqui dentro você deixava tudo pra lá e viria ser feliz comigo. Você não sabe quantas lagrimas rolam, quantas noites eu passo acordado, o quanto eu faço planos e imagino você aqui....


terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Um dia

você vai encontrar alguém que te lembre todos os dias que a vida é feita para ser vivida. Alguém que é perfeito de tão imperfeito. Alguém que não desista de você por mais que você tente afastá-lo. Naquele dia que você não estiver procurando por ninguém, naquele dia que você não ia sair de casa e acabou colocando a primeira roupa que viu pela frente. Quando você não estiver procurando, você vai achar aquela pessoa que faz você sentir que poderia parar de procurar. 


- Caio F Abreu.

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Acredito que arrumar a bagunça da vida

é como arrumar a bagunça do quarto. Tirar tudo, rever roupas e sapatos, experimentar e ver o que ainda serve, jogar fora algumas coisas, outras separar para doação. Isso pode servir melhor para outra pessoa. Hora de deixar ir. Alguém precisa mais do que você. Se livrar. Deixar pra trás. Algumas coisas não servem mais. Você sabe. Chega. Porque guardar roupa velha dentro da gaveta é como ocupar o coração com alguém que não lhe serve. Perda de espaço, tempo, paciência e sentimento.


- Caio F Abreu.

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Ontem chorei.

Por tudo que fomos. Por tudo o que não conseguimos ser. Por tudo que se perdeu. Por termos nos perdido. Pelo que queríamos que fosse e não foi. Pela renúncia. Por valores não dados. Por erros cometidos. Acertos não comemorados. Palavras dissipadas. Versos brancos. Chorei pela guerra cotidiana. Pelas tentativas de sobrevivência. Pelos apelos de paz não atendidos. Pelo amor derramado. Pelo amor ofendido e aprisionado. Pelo amor perdido. Pelo respeito empoeirado em cima da estante. Pelo carinho esquecido junto das cartas envelhecidas no guarda-roupa. Pelos sonhos desafinados, estremecidos e adiados. Pela culpa. Toda a culpa. Minha. Sua. Nossa culpa. Por tudo que foi e voou. E não volta mais, pois que hoje é já outro dia. Chorei. Apronto agora os meus pés na estrada. Ponho-me a caminhar sob sol e vento. Vou ali ser feliz e já volto. (Ou no meu caso, vou ali ser feliz e não volto!)


- Caio F Abreu.

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

E no fim,

foi pra você que eu sempre voltei. E é pra você que eu continuo voltando, mesmo quando você insiste em me mandar partir! Eu juro que vou embora, que vou me afastar, que vou te deixar ser feliz sem mim... mas quando eu penso em tudo isso, dói. E não dói pouco. Dói a ponto de me fazer chorar, dói a ponto de não conseguir dormir, comer, ou fazer qualquer outra coisa que não envolva você. Dói tanto que chega a sufocar. Eu me odeio todas as vezes que te ligo chorando, quando te ligo de madrugada, quando mesmo depois de uma briga, eu continuo te ligando o dia inteiro. Me odeio mais ainda, por não conseguir imaginar a minha vida longe de você. Não consigo mais viver sem pensar em você, em como seria com você, em tudo o que eu mais queria com você, e só com você! Eu nunca fui de pensar certas coisas com ninguém, eu nunca senti o que eu sinto por você, por ninguém. Eu nunca fiz tantos planos, nunca quis tanta coisa com alguém, como eu quero com você. E são tantas coisas, sonhos, planos, que se eu te contar, tenho certeza que te assusto. Eu só queria poder te provar que com você é diferente, VOCÊ é diferente! Eu sempre fui louco por você... por favor, não me faz ir, eu quero muito ficar!




domingo, 13 de janeiro de 2013

A história que eu imaginei pra nós

acabava bem diferente. Na história que eu criei a gente seria uma família um dia, com um cachorrinho e uma criança gordinha correndo pelo apartamento pequenininho... Na minha história, daríamos risada dos desencontros e diríamos que todos eles aconteceram pra fazer com que esse amor crescesse cada dia mais. Mas como nem tudo acaba como a gente imagina acho que nossa história acaba aqui, sem um final feliz... Espero que você seja muito feliz e lembre de mim com saudades um dia... Amo você. Não esquece nunca que você é de longe a pessoa que eu mais gostei na vida...

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Eu odeio você, odeio!



As vezes eu te odeio por uns 5 minutos, depois eu amo você mais do que eu amava antes. 

domingo, 6 de janeiro de 2013

Se eu não te amasse,

não sentiria tanto a sua falta. Não ia esperar tanto tempo por um abraço seu. Não ia imaginar tantas coisas ao seu lado, nem me importar tanto com o que você vai fazer ou pensar. Se eu não te amasse não ia te querer só pra mim, não o quanto eu te quero. Nem ia sofrer, todas as vezes que você se afasta. Muito menos chorar, quando sinto sua falta. Se eu não te amasse, as coisas não seriam como são hoje... talvez eu nem estivesse mais aqui! Se eu não te amasse... nada disso faria sentido, e se faz... não tem outra explicação que não seja essa: eu, realmente, te amo!


quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

Mais uma semana insistindo em você, em nós..

E sabe por que? Porque eu gosto de você, porque eu sinto sua falta, porque não tem mais graça sem você, nada tem graça sem você... Eu te imagino em tudo, absolutamente tudo que eu faço.... mas você só foge de mim.. eu não devia, mas tô aqui, implorando pra você me ouvir, me ver, pra gente se entender e você ai insistindo em tentar ficar longe, chega uma hora que a gente desiste, e não é porque eu não penso em você, porque não gosto de você ou porque não quero você comigo... é porque a gente gosta tanto que a gente quer ver a outra pessoa bem, e se pra você ficar bem eu tiver que abrir mão, eu abro.... só pra ter certeza que te fiz feliz de alguma forma.