' Falta tanta coisa na minha janela como uma praia, falta tanta coisa na memória como o rosto dele*, falta tanto tempo no relógio quanto uma semana, sobra tanta falta de paciência que me desespero. Sobram tantas meias-verdades que guardo pra mim mesma*, sobram tantos medos que nem me protejo mais, sobra tanto espaço dentro do abraço, falta tanta coisa pra dizer que nunca consigo..

sábado, 12 de agosto de 2017

A menina e o violão;

É triste porque eu olho pra trás e sinto tanta falta de quem éramos. Me vem a tristeza por você ter decidido me deixar aqui sem ao menos olhar pela fresta da porta pra saber como a pancada me deixou. É triste porque de um dia pro outro eu perdi todas as minhas certezas. Porque eu sempre acreditei que fosse pra sempre. Porque eu fiquei sem chão, sem ar, nem norte. É triste porque o amor não foi suficiente. Porque eu quis tanto, suportei tanto, lutei tanto e, eu juro, tudo valia a pena para mim, mas, por mais que houvesse tanta vontade, a gente não manda no coração de ninguém. E não dá pra implorar. Não dá pra pedir, chorar, espernear. Se o outro não quer, simplesmente não dá. Eu ouço todos dizendo “talvez não era pra ser” e eu acho isso tão covarde. É colocar o amor nas mãos do destino. Era pra ser porque a gente é que faz ser. Mas não foi. Mas não fizemos. Nem tudo depende da gente por isso aceitei sua decisão. Acordo todo dia sentindo como se tivesse levado um soco no estômago. Digo baixinho pra mim: vai passar. Eu quero tanto te esquecer. Te fragmentar em pedaços tão pequenos que se perderiam dentro de mim. Ao mesmo tempo, eu tenho tanto medo disso. Quando me dizem: “você vai conhecer alguém melhor”, meu coração grita: mas eu não queria alguém melhor, queria ele. Eu não queria entrar pra lista de pessoas que se amam, mas não conseguiram ficar juntas. Não queria que fosse mais um. Não queria que fosse passado. É triste querer superar, mas ter medo do que vai restar depois disso. É triste aceitar o fim, mas aceito. Estou vendo com os olhos da dor, mas seguirei. Isso também passa, eu creio. Isso também passa. 




Nenhum comentário:

Postar um comentário